Guia de viagem da Suíça francesa

Posted on Posted in Cidades & Entretenimento

A Suíça francesa compreende os cantões de Genebra, Vaud, Neuchâtel e Jura, assim como as zonas francófonas dos cantões de Berna, Valais e Friburgo onde algumas cidades falam alemão e francês.

Cerca de 20% da população Suíça vive na parte francesa, também conhecida como Romandia ou Suíça romana.

Se olharmos o mapa abaixo, a parte verde indica a área onde fala-se francês. Obviamente, está próximo a fronteira com a França. Os principais lagos são o Lago Genebra (ou Lac Léman, que também pertence a França), o lago Neuchâtel (maior lago inteiramente em território suíço), o lago Biel e o lago Murten.

Imagem: Wikipedia.com

Qual a melhor cidade para se hospedar na Suíça Francesa?

Nossa dica é ficar hospedado em Montreux. Além de ser uma linda cidade a beira do lago, a partir de Montreux você pode:

  • explorar facilmente de trem as outras cidades da região (Vevey, Lausanne, Genebra)
  • pegar 2 rotas de trem panorâmico que começam em Montreux: Golden Pass ou o Trem do Chocolate
  • ir de trem  até cidades de montanha como Chamonix (França) ou Zermatt

Genebra


Centro de informações turísticas: Rue du Mont-Blanc 18 , 1201 Genebra

Foto: MySwitzerland.com

Genebra é a segunda maior cidade da Suíça, com 190 mil habitantes. Está a beira do Lago Léman e é cercada pelos Alpes, incluindo o famoso Mont Blanc, na França. É conhecida como cidade da paz, pois lá estão as sedes de importantes organizações como a ONU, a OMS e a Cruz Vermelha.

Dentre as atrações mais populares de Genebra estão: o centro histórico, o Jardim Inglês, a Broken Chair (o monumento da cadeira quebrada gigante – 12 metros) e o escritório da ONU.

E claro o Jet d’eau, um dos símbolos da cidade. Trata-se de uma fonte no Lago de Genebra cujo o jato de água alcança 140 metros de altura. É uma das maiores fontes do mundo, sendo visível de toda parte da cidade.

Dica Swiss 360º: Bate e volta a partir de Genebra: Morges! Morges é uma cidade medieval muito charmosa.  Destaque para a cidade antiga, com ruas apenas para pedestres e calçadão a beira do lago, a Fundação Bolle e o Castelo de Morges. Morges é também conhecida como a capital do vinho de Vaud e é o mais importante produtor do cantão. O trajeto de trem de Genebra a Morges leva cerca de 30 min, sentido Vevey.

Foto: MySwitzerland.com

Lausanne


Centro de informações turísticas: Avenue de Rhodanie 2, 1001 Lausanne

Foto: MySwitzerland.com

Lausanne é a segunda maior cidade às margens do Lago Genebra e está localizada sobre três montanhas. As ladeiras e escadas são a principal característica desta vibrante cidade universitária, que recebe muitos eventos. Está rodeada por montanhas, vinhedos e, do outro lado do lago, os Alpes franceses. Destaque para o centro histórico, o Museu Olímpico e o Musée de l’Art Brut.

Dica Swiss 360º: Faça um bate e volta de Lausanne até a cidade de Evian, na França! Situada entre o lago e as montanhas, Evian é uma pequenina porém charmosa cidade francesa. Evian é ainda internacionalmente reconhecida como uma cidade termal, devido as suas instalações térmicas de qualidade. O trajeto de barco de Lausanne a Evian já é uma atração única, pois a partir do barco você desfruta da linda vista dos Alpes, do lago Genebra e das cidades ao redor. 

Montreux


Centro de informações turísticas: Place de l’Eurovision, 1820 Montreux

Foto: MySwitzerland.com

Situada no cantão Vaud, na beira do Lago Genebra, Montreux é uma das pérolas da Suíça. A cidade encontra-se em uma baía, rodeada por vinhedos e ao fundo, os Alpes. Destaque para o castelo de Chillon, construído no século XIII e hoje é o edifício histórico mais visitado da Suíça, funcionando também como museu.

Este lago é popularmente conhecido como Lago Genebra. Ali encontra-se a estátua de bronze do cantor Freddie Mercury, que viveu na cidade desde 1996. Há ainda diversas opções de cruzeiros a partir de Montreux, veja mais no site: www.cgn.ch/en

Trens panorâmicos a partir de Montreux: Golden Pass (até Lucerna, passando por Interlaken) ou o Trem do Chocolate (até Gruyères)

Eventos importantes em Montreux: o famoso Festival de Jazz de Montreux (anualmente em Junho/Julho) e o Mercado de Natal (em Dezembro), um dos mais bonitos da Suíça.

Leia aqui nossa resenha completa sobre as melhores rotas de trem panorâmico na Suíça!

Dica Swiss 360º: Transporte público gratuito! O cartão Montreux Riviera oferece transporte gratuito dentro da zona Montreux/Vevey e inclui descontos de até 50% em passeios de barco, entradas em museus e parques. O benefício é oferecido a turistas pelos hotéis – no momento do Check-in peça o seu cartão na recepção.

Vevey


Centro de informações turísticas: Grande-Place 29, 1800 Vevey

Foto: MySwitzerland.com

Vevey é a cidade da Nestlé e também onde viveu Chalie Chaplin. Está localizada no Cantão Vaud, as margens do Lago Genebra. Tem cerca de 17 mil habitantes e é conhecida pelas incríveis paisagens alpinas e pelas famosas regiões vinícolas nas redondezas que são consideradas Patrimônio da Unesco.

Dentre as principais atrações estão: Escultura e Museu do Charlie Chaplin, a escultura La Fourchette (The Fork). Interessante também o Vevey Alimentarium, um museu da nutrição, com informações sobre vários aspectos da nutrição humana, apresentados de forma interativa.

Clique aqui para ler o guia completo de Vevey.

Neuchâtel


Centro de informações turísticas:  Hôtel des Postes,  2001 Neuchâtel

Fonte: MySwitzerland.com

Neuchâtel é a capital do cantão suíço de mesmo nome, cujo idioma oficial é o francês. É uma linda cidade universitária a beira do lago, ideal para um final de semana romântico e relaxante. Seu centro histórico medieval oferece charme especial, enquanto que a orla do lago tem uma atmosfera praiana.

La Chaux de Fonds: Museu internacional do relógio. Nesta linda cidade suíça está o sensacional Museu Internacional do Relógio, um local que conta toda a história sobre a contagem do tempo desde os tempos mais antigos até a atualidade. Fácil acesso de trem ou carro a partir de Neuchâtel.

Clique aqui para ver o guia completo do que fazer em Neuchâtel.

Vinhedos de Lavaux


Foto: MySwitzerland.com

Nada menos que 30 km de vinhedos no cantão de Vaud ao longo do Lago Genebra e de muitas vilazinhas super charmosas. É comprovado que o cultivo de uvas nesta região já existia no século 11, no entanto pesquisas mencionam evidências de que as vinhas tenham sido cultivadas na área já na época romana.

Uma dica para explorar esta linda paisagem é pegar o Trem dos vinhedos (Train des Vignes). Este trem regional parte de hora em hora da estação de Vevey em direção a Puidoux-Chexbres. O trem faz paradas ao longo do percurso e, se puder, desembarque na estação de Chexbres-Village: cenários magníficos de terraços íngremes cobertos por parreirais.

E aí, vamos para a Suíça francesa?

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *