Guia de viagem de Zurique

Posted on Posted in Cidades & Entretenimento

Zurique é uma das cidades mais famosas e a maior da Suíça em número de habitantes, contando com aproximadamente 400 mil na parte central e 1.1 milhões no total, considerando os entornos do lago que leva seu nome. Está localizada no centro-norte da Suíça, há quase uma hora da fronteira sul da Alemanha.

Desde o final do século XX, Zurique se tornou a capital econômica do país (a capital política fica em Berna) e também uma referência financeira para toda a Europa. A cidade utiliza bem seus recursos para se manter limpa, organizada e com grande oferta cultural, o que a faz ter uma altíssima qualidade de vida, associada ao alto poder aquisitivo e os altos preços.

Sem dúvida, é um destino surpreendente, independente do foco pessoal de cada um. A cidade oferece gastronomia de primeira com influências Francesa, Italiana, Alemã e Asiática. Sua vida noturna é eclética e agitada com casas noturnas, festivais e a maior quantidade per capita de bares na Europa, além de contar com paisagens lindas, história inspiradora e segurança acima da média em relação a países desenvolvidos.

Fonte: MySwitzerland.com

O idioma oficial é o suíço-alemão, um dialeto baseado no alemão falado com sotaques diversos por aproximadamente ¾ da população suíça. Outros idiomas oficiais são: francês 15%, italiano 7% e romanche 0.6%. Em relação ao turismo, a maioria das pessoas fala inglês fluentemente e o português é a segunda língua estrangeira mais falada.

Ao contrário do que muitos pensam, a Suíça não faz parte da União Europeia (tem apenas alguns acordos comerciais e de trânsito). Isso faz com que sua moeda seja o franco-suíço que equivale aproximadamente ao dólar na cotação atual e 1.1 Euros. Algumas lojas e hotéis aceitam pagamentos em Euro, mas o recomendado é trazer mesmo alguns francos (existem casas de câmbio no aeroporto e na estação de trem principal), ou usar meios eletrônicos de pagamento.

Fonte: MySwitzerland.com

O transporte em Zurich é uma experiência a parte, pois integra trens, bondes e barcos com um bilhete único e de uma forma extremamente eficiente. O centro histórico não permite trânsito de veículos e a recomendação é passear mesmo a pé. Pra quem gosta, alguns pontos da cidade fornecem bicicletas gratuitas! A partir da estação de trem Zurique HB, há diversas conexões para principais cidades suíças: Lucerna, Basiléia, Berna, Genebra e Zug. Há ainda trens de alta velocidade para: Alemanha, França e Itália.

Zurique conta com um grande lago que se estende por mais de 40 km, além de dois rios – rio Limmat e rio Sihl – o que inclui barcos como opção de transporte interessante ao turista e super recomendado para dias com alta visibilidade. População e turistas se beneficiam no verão, pois é possível nadar nas águas limpas e cristalinas dos rios e lagos e aproveitar a infra construída para esse fim.

Para quem vive São Paulo ou Rio de Janeiro e está acostumado com horários flexíveis e alongados, fique esperto! O comércio funciona de segunda a sábado, normalmente das 8h às 19h, o que significa que praticamente tudo fecha aos domingos e feriados. Exceções a regra apenas no aeroporto e em poucas estações de trem como: HB (a principal) e Enge. A regra também vale pra restaurantes, ja que muitos fecham fora do horário de pico – após as 22-23H fica difícil achar algo aberto, alem de fast food em áreas bem centrais. Isso pode ser um tanto inconveniente, portanto recomendamos checar os horários da cozinha do seu hotel.

As opções artísticas e culturais são inúmeras: mais de 50 museus e 100 galerias, fazem com que haja muita variedade de entretenimento também nos meses de inverno, pra dar uma pausa nos esportes de neve na região dos alpes.

O que fazer em Zurique?

Veja a seguir as melhores atrações da cidade:

Grossmünster: é a maior catedral e símbolo da cidade. Igreja de estilo românico, foi solicitada por Carlos Magno e simboliza a reforma protestante de Zurich, onde Ulrico Zwinglio foi nomeado sacerdote em 1519. Merecem destaque as suas 2 proeminentes torres gêmeas, de onde é possível ter uma bela vista da cidade.

Endereço: Grossmünsterplatz, 8001 Zürich, Suíça

Fonte: MySwitzerland.com

Fraumünster: fundada no século 14 pelo neto de Carlos Magno, essa igreja já serviu de convento e foi o símbolo da aristocracia local no passado. Cinco lindos vitrais pintados por Marc Chagall, completam a magnitude do local.

Endereço Fraumünster: Münsterhof 2, 8001 Zürich

St. Peter (Peterskirche): igreja mais antiga e uma das três mais importantes da cidade, possui o maior relógio em igreja da Europa (8.7m de diâmetro).

Endereço St. Peter Church: St. Peterhofstatt, 8001 Zürich

Landesmuseum (Museu Nacional Suíço): neste Castelo com mais de 100 anos estão situadas peças chave sobre a história cultural da Suíça, desde a pré-história, passando pela Idade Média e até os dias de hoje.

Endereço: Museumstrasse 2, 8001 Zürich, Suíça

Bahnhofstrasse: famosa rua de compras de Zurich, com marcas internacionais, jóias, relógios e artigos de luxo.

Kunsthaus Zurich: museu de arte com importante coleção de obras de arte de Monet, Picasso, Cézanne, Miró, Munch, e do escultor suíço Alberto Giacometti.

Cabaret Voltaire: famoso centro cultural e berço do dadaísmo. Em 1916, funcionava como club noturno e era ali que os artistas se reuniam para discutir sobre arte, poesia e qualquer outro tema relacionado a chamada arte de vanguarda.

Niederdorf: com mais de 2000 anos de historia e situado na parte velha da cidade, esse interessante lugar oferece restaurantes, lojas e bares.

Lindenhof: parque acima do rio Limmat, com vista panorâmica da cidade. O local tem um passado incrível, após abrigar um povoado celta virou um forte romano no século IV, para proteger a cidade de ataques. As ruínas do forte ainda podem ser vistas, bem como uma lápide romana que possui a inscrição da mais antiga referência conhecida da cidade de Zurique. No ano de 835 d.C., o neto do imperador romano, Carlos Magno, construiu seu palácio no local e, desde então, a área ficou conhecida como um local de reflexão e paz.

ETH

Endereço: Rämistrasse 101, 8092 Zürich

Outro destaque de Zurique é a ETH, a Universidade de Zurique construída entre 1858 e 1864 e famosa por formar ganhadores do prêmio Nobel. Um de seus alunos mais famosos foi o cientista alemão Albert Einstein que também foi professor da Universidade.

A vista é linda a partir do prédio da ETH. Para chegar lá basta pegar o bondinho ETH Polybahn que sai da Praça Central (Central 1, 8001 Zürich)

Fifa

Endereço: FIFA-Strasse 20,  8044 Zürich

A sede da Fifa fica em Zurique e você pode caminhar por ali e tirar fotos na parte externa.

Para quem tem um pouco mais de tempo, recomendamos também os seguintes passeios:

Zoológico

Endereço: Zürichbergstrasse 221, 8044 Zürich

Localizado na frente da sede da Fifa, este zoológico é um excelente passeio para fazer em família e principalmente com crianças. O mais interessante é a representação de uma floresta tropical (Masoala Rainforest) que abriu em 2003. É uma espécie de estufa e dentro há um "mini ecossistema da floresta, com plantas e animais em seu habitat natural.

Dica Swiss 360º: Durante os meses de Novembro a Março, quando a temperatura está abaixo de 10ºC, você pode acompanhar a marcha dos pinguins! Instrutores levam os pinguins para dar uma volta pelo zoológico e você pode acompanhar de perto! Imperdível.

O parque está aberto todos os dias do ano. A entrada custa 26 CHF para adultos, 19 CHF para jovens de 16 a 24 anos, CHF 13 para crianças de 6 a 13 anos e grátis para crianças menores de 6 anos.

Passeio de barco no Zürisee

Um dos passeios que mais impressionam é o boat tour pelo Lago Zurique, uma ótima oportunidade de ver a cidade de outro ângulo. Existem rotas mais curtas e outras mais longas, mas todas lindas. A infraestrutura do barco é impecável, com aquecimento interno, mesas e serviço de garçom. Então você pode curtir uma cerveja ou uma taça de prosecco enquanto aprecia a vista.

Os barcos saem da Bürkliplatz. Mais informações sobre rotas e horários: ZSG

Uetliberg

Endereço: 8143 Uetliberg  

Zurique tem orgulho de ter a sua própria montanha, chamada Uetliberg, que proporciona uma impressionante vista panorâmica da cidade, do lago e dos Alpes.

O ideal é visitar durante a primavera ou verão, para apreciar melhor a vista do topo ou, para os mais aventureiros, os diferentes percursos de caminhada. Para chegar lá, basta pegar o trem S10 que sai da Zurique HB (Sihltal Zurich-Uetliberg Bahn SZU. O percurso leva apenas 20 minutos.

E para mais dicas sobre a cidade, visite o site oficial de Turismo de Zurique.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *